NoticiasPolítica

Bolsonaro assina termo de transferência de tecnologia da AstraZeneca

Com a medida, IFA e vacinas poderão ser produzidos e exportados

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participaram na tarde de  hoje (1º) da cerimônia de assinatura do termo de colaboração e transferência de tecnologia do laboratório AstraZeneca com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com o acordo, a Fiocruz terá acesso ao método de produção da vacina AstraZeneca e do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) – componente fundamental das vacinas e que trará autonomia na produção do imunizantes para o Brasil.

Acompanhe na íntegra:

Veja também:

Vacinação contra gripe: 20 milhões de doses já foram aplicadas

Com previsão de encerrar a segunda fase no próximo dia 8, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe já aplicou 20,2 milhões de doses de vacinas. O número corresponde a 25,3% da meta pretendida, de 79,7 milhões de doses, até o final da terceira fase, em 9 de julho.

Covid-19: OMS aprova inclusão da CoronaVac em lista de uso emergencial

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou a CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, para uso emergencial, fazendo da vacina a segunda produzida na China a obter endosso da organização, informou a OMS nesta terça-feira (1°).

Ônibus laboratório fará exames de covid-19 no Aeroporto de Congonhas

A partir de hoje (1º), todos os passageiros que chegarem no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, identificados como sintomáticos para a covid-19, serão direcionados para a realização do teste RT-PCR em um ônibus laboratório, posicionado no próprio terminal. O ônibus conta com uma equipe de saúde preparada para a coleta das amostras. O serviço funcionará das 6h às 23h.

Por Agência Brasil – Brasília

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo