PET

Cachorro barrado em evento por estar sem focinheira ganha dia de diversão


source
Sebastian, o pitibull de mochila, ganhou dia de festa em cachorrodromo
Reprodução/Instagram

Sebastian, o pitibull de mochila, ganhou dia de festa em cachorrodromo

ATUALIZADO: esclarecimentos do Cachorródromo ao final da nota.

Um  cachorro da raça pitibull chamou a atenção nas redes sociais, neste domingo (20), por ser barrado em uma festa, realizada em um cachorrodromo.

No vídeo, a tutora do animal relata que o cachorro, chamado Sebastian , foi barrado por ser pitibull, enquanto um golden retriever, que estava “brigando” com outros animais, teve a entrada permitida.

Usuários das redes sociais se comoveram ao ver Sebastian visivelmente interessando em participar da festinha com os outros cães, enquanto a dona o dizia que ele não iria entrar.

Mas, o que era apenas um momento triste, acabou chamando a atenção de uma famosa loja de produtos pet que convidou Sebastian e sua tutora para um dia especial de diversão, o que, novamente, comoveu os internautas.

ATUALIZADO: 

Você viu?

O Cachorródromo acusado de barrar a entrada do animal informou em nota oficial a imprensa que, em momento algum, impediu que o pet entrasse por discriminação a raça pitbull. O ocorrido foi que, devido às leis estaduais, o animal não poderia entrar sem o uso de focinheira e que a tutora estaria ciente. Segue a nota na íntegra: 

Em razão do acontecimento envolvendo o pet de raça pitbull no útimo sábado (19),  o Cachorródromo informa que apoia a diversidade de cães, sendo um espaço onde todos os cães são bem-vindos, observadas as regras internas e leis vigentes, tais como o uso de focinheira para determinadas raças de cães e/ou seu comportamento, e a apresentação da carteira de vacinação atualizada contra a raiva.

O uso obrigatório da focinheira para cães das raças pitbull, rottweiler, mastim napolitano, american staffordshire terrier e derivadas, estão previstas na Lei Estadual de SP nº 11.531/03 e o Decreto Estadual de SP nº 48.533/04. No caso envolvendo o pet, os seus tutores questionaram o Cachorródromo®  em outubro/2020 sobre a possibilidade de seu ingresso no estabelecimento, sendo prontamente respondido que haveria necessidade de utilização de focinheira durante a sua permanência no estabelecimento, em razão da Lei e Decreto Estadual, independentemente do temperamento do pet.

Mesmo sabendo das regras e leis vigentes, os tutores do pet tentaram ingressar no estabelecimento sem o uso da focinheira, violando às leis e regras internas.

Diferentemente do que foi propagado, o estabelecimento não expulsou o pet, ou praticou qualquer ato discriminatório, pelo contrário, orientou os seus tutores que o pet deveria usar a focinheira, conforme determina a lei estadual, e mantiveram o convite para adentrar o local.

Cachorródromo preza pela segurança e boa convivência de todos os frequentadores do local, atuando em conformidade com a legislação, e lamenta por eventuais desentendimentos envolvendo o pet.

Fonte: IG PET

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo